The Voice US | As Melhores Apresentações Dos Finalistas

4 504

A hora de conhecermos o vencedor da quinta temporada de The Voice se aproxima e nós do Manicômio ajudamos vocês a decidir quem merece vencer e se juntar ao clã de Javier Colon, Jermaine Paul, Cassadee Pope e Danielle Bradbery!

Depois de elaborarmos uma lista de 5 motivos para cada um dos finalistas, que pode ser conferida aqui, nós resolvemos relembrar os melhores momentos dos 3 finalistas, a partir do TOP20. Certamente é muito complicado escolher somente 3 performances, porque ambos foram muito bem em suas trajetórias no programa, e claro, não há como não ser parcial e escolher entre as que mais me agradaram, mas, espero que gostem. Vamos a elas?

JACQUIE LEE

3. Angel (Sarah McLachlan)

Angel merece entrar no TOP3 não apenas por ter sido uma excelente performance, mas por ter sido uma escolha muito corajosa de Christina. Em primeiro lugar, porque estávamos na semifinal (TOP5), onde a pressão já é maior, e cada artista só cantaria uma única música. Em segundo lugar, porque Jacquie tinha falhado em nos emocionar quando havia cantado algo mais lento, com Clarity, sua pior apresentação na temporada. Em terceiro lugar e, principalmente, pela versão primorosa de Sarah Simmons na edição anterior. Jacquie não decepcionou: vocalmente impecável, ela também cantou cada palavra com uma emoção ímpar, calou a boca de cada um de que duvidava de sua capacidade em nos emocionar sem seus gritos e como resultado, chego à final com a sétima posição no iTunes.

2. I Put A Spell On You (Screamin’ Jay Hawkins)

Além da ótima versão original, conheço outras 2 versões que eu respeito bastante: a de Creedence Clearwater Revival e a da incrível Nina Simone. Daí vocês já imaginam com o quê Jacquie deveria competir. Só que ela tem algo de tão especial, de tão único em sua voz e em seu jeito de cantar que eu aprecio demais e, indubitavelmente, a versão de Jacquie é minha preferida. Em um cenário muito bem produzido, ela inundou o palco com seu soul, seus gritos bem executados, seus falsetes e, principalmente, com suas expressões enérgicas e críveis. Jamais me esquecerei do susto que levei a me deparar com uma jovenzinha de 16 anos acertando aquela última nota, jamais. A melhor apresentação dos Playoffs e definitivamente um dos grandes momentos da temporada.

1. Love Is Blindness (Jack White)

Abram alas para minha apresentação favorita da temporada e, quiçá, uma das melhores de todos os tempos. A começar por ter sido algo inédito e incrivelmente apropriado para Jacquie cantar, fruto da genialidade de coach Christina Aguilera. Já ouvi performances inesquecíveis de muitos cantores sensacionais nos palcos de The Voice e Jacquie entrou para o hall. Era TOP12 apenas, eu já havia chorado sangue com a versão dela no TOP20 e ela seguiu nos impressionando e se consolidando com uma das favoritas a vencer. Em Love Is Blindness, Jacquie se conectou com a música como se fosse uma composição dela própria e entregou uma performance arrepiante e emocionante. Aquele I’m so sick of it foi tão verdadeiro e dificilmente será esquecido.

TESSANNE CHIN

3. Redemption Song (Bob Marley)

Não há muito o que falar dessa performance de Tessanne, como parte essencial de seu sprint nos últimos episódios. Redemption Song é um hino do maior ídolo da música jamaicana e foi um verdadeiro presente do coach Adam Levine para ela, em pleno TOP6. Como de costume, ela nos devolveu o presente com uma performance vocalmente impecável. Não bastasse, Tessanne já tinha uma ligação com a música e, por isso, conseguiu me emocionar mais do que normalmente fazia. Muitos falaram que ela pecou ao gritar demais, mas acredito que isso só contribuiu para que ela desse à canção um toque só seu e se diferenciasse da versão original. Foi lindo! Os americanos adoraram e a levaram direto ao TOP5.

2. Underneath It All (No Doubt feat Lady Saw)

Como eu vibrei quando descobri o que Tessannne cantaria no TOP8, quando eu ainda acreditava que ela corria riscos de ser eliminada. Eu cobrei algumas vezes que ela deveria cantar reggae em sua participação, já que é seu background, e Christina pegou no pé de Adam sobre isso também. E, baseando-me na performance, Tessanne deve ter vibrado bastante também: nunca a vimos tão confortável em suas apresentações. Ela se divertiu, dançou, sorriu o tempo todo, brincou com a plateia e trouxe um pouco dos trejeitos, acrobacias e alegria da música de seu país de origem para que pudéssemos nos deliciar. Sério, como não amar o clima que tomou o programa durante essa performance? Simplesmente contagiante!

1. Bridge Over Troubled Water (Simon & Garfunkel)

Matthew Schuler havia conseguido o primeiro lugar no iTunes com Hallelujah e caminhava para ser o único na temporada, até o furacão Tessanne aparecer com umas das músicas mais lindas nas semifinais (TOP5). A campeã Dami Im cantou brilhantemente essa música durante X Factor Austrália e eu ainda lembrava de sua versão, até então. Tessanne levou a competição a um outro nível, tanto em termos técnicos quando em termos de emoção, sem precisar de muita produção, apenas ela e sua voz. Sem mencionar, é claro, ela ter segurado a última nota por 15 segundos sem desafinar. Coroou sua classificação à final do programa, com muitos méritos.

WILL CHAMPLIN

3. Secrets (One Republic)

Uma das minhas performances preferidas de Will ocorreu durante os Playoffs, em que o TOP20 buscava garantir-se no TOP12. Will recebeu a responsabilidade de cantar uma música do seu mentor no Team Adam, Ryan Tedder (da banda One Republic) e, ainda, decidiu-se por tocar piano durante sua performance, um dos vários que ele possui. Em minha opinião, foi a melhor songchoice que Adam fez para Will na temporada inteira e, definitivamente, não tinha como dar errado. Todos os elementos conspiravam a favor (uma excelente música, um piano e Will Champlin) e Will conseguiu se destacar e ter uma performance formidável. Infelizmente, não foi suficiente para levá-lo ao TOP12 diretamente pelo voto do público, mas Adam acertadamente (mas usando a razão e não o coração, como disse) o salvou.

2. Carry On (Fun)

Esse é um dos melhores exemplos de como Will consegue transformar escolhas simples e perigosas (leia-se ruins) de coach Adam em performances tão maravilhosas e tão suas. Ele imprime uma identidade em tudo que faz que só pode ser pelo amor que tem por música e pela importância que essa oportunidade tem para ele e para sua família. Eu ainda não conhecia a música, porque não acompanho muito a banda Fun, então a primeira impressão que tive foi justamente a de Will e simplesmente não poderia amar mais. Ele foi muito bem e fiquei especialmente feliz quando alcançou o TOP10 nos últimos minutos de votação, garantindo-o na final do programa.

1. At Last (Etta James)

Outra performance memorável da temporada e que só perde (se é que perde, acho que está mais para um empate) para Love Is Blindness de Jacquie. No TOP8, novamente Will surpreendeu ao escolher algo improvável (como fora nos Knockout Rounds) e se arriscou ao competir com inúmeras versões consagradas, como a da própria Christina Aguilera ou mesmo a de Sasha Allen na quarta temporada. Versões masculinas, como a de Jahmène Douglas também eram igualmente boas. Mas Will foi fantástico e superou qualquer expectativa que eu tive. Vocais excelentes, sem problemas nem mesmo nas notas mais altas, e uma emoção sem só. Foi lindo demais!

Ainda não conseguiram se decidir? Temos algumas opiniões dos colaboradores do site para vocês:

Jeh Mari: Jacquie Lee

“Desde que ouvi a voz de Jacquie nas audições desta temporada sabia que a garota iria longe. E na hora de escolher o coach, não poderia ser diferente. Não precisava ser muito inteligente para saber que a história de Jacquie seria desenhada ao lado de Christina Aguilera. De uma forma totalmente honesta e natural, as duas se completaram e formaram uma parceria que nunca vi igual, em nenhuma temporada do programa. E Jacquie já chegou pronta para ganhar. Existem coisas que não se aprendem, você simplesmente nasce com elas e o dom de Jacquie é assim. Ela não precisa aprender a cantar, ela precisa apenas lapidar a sua grandeza e ninguém melhor do que Christina para isso. A cada programa a garota foi mostrando que, apesar da pouca idade, já é uma profissional, pronta para o sucesso que, com certeza, o futuro guarda para ela. Jacquie arrepia, emociona, encanta e deixa qualquer um boquiaberto. Alem de linda, é simpática, humilde e, apesar de saber o quando é maravilhosa no palco, sabe reconhecer que tem grandes adversários. Sim, Jacquie tem apenas dezesseis anos e pode ser que tenha mais tempo para alcançar o mundo, mas para alguém que está pronta para o mercado musical, porque esperar mais tempo? Ela fez por merecer, continua fazendo e merece levar esse The Voice.”

Carlos Sanoli: Will Champlin

Poli Mendes: Jacquie Lee

“Quem merece ganhar o The Voice: Jacquie Lee Ela não foi uma 4-chair como Tessane, nem um 3-chair como Will, pra falar a verdade nem esperava que ela conseguisse, o tempo ia passando e nada de nenhum coach virar pra ela, eis que Blake e Xtina viram e ela acertadamente escolhe Xtina e a história de amor entre as duas começa a partir daí. A evolução que Jacquie teve como cantora foi muito grande, atitude ela já tinha, porque convenhamos, cantar Back To Black não é pra qualquer um, Xtina e Jacquie fizeram a dupla incrível nesse The Voice. O trabalho da coach foi de se aplaudir em pé, conseguindo tirar o que a garotinha de 16 anos tinha e tem de melhor, cada etapa Jacquie ia se mostrando que estava ali para ganhar e não só para ser só mais uma. E é verdade, como pode uma garota tão nova ter tanta voz desse jeito? Jacquie merece ganhar pois dos 3 finalistas foi a que mais evoluiu durante o programa e também para coroar a excelente temporada que Xtina fez como mentora, na minha opinião a cantora que a coach mais conseguiu trabalhar bem foi Jacquie em toda sua história no The Voice.”

Aline Damião: Will Champlin

Bem divididos também, não? Infelizmente não conseguimos colher textos de todos defendendo seus pupilos a tempo.

Hoje, mais tarde, saberemos como os artistas se sairão em suas últimas performances e na terça, será declarado o grande vencedor do programa. Simplesmente imperdível, não é?

Vocês concordam com os TOP3 escolhidos? O que trocariam? Por quem estão torcendo? Comentem e até breve!

Gosto de escrever nas horas vagas e assistir séries é meu hobbie predileto, então ser reviewer é o maior dos prazeres. Fã de música e reality show. Vocês vão me encontrar nas reviews de The Voice (Brasil, US, UK e AU), X Factor AU, 2 Broke Girls, Survivor, Chasing Life e na coluna Por Onde Anda, sempre aqui nesse Manicômio !
  • Lindomar Albuquerque

    Go Will!! Carismático, Gente Fina, Canta Bem, Toca várias instrumentos e compõe!! Para mim é o merecedor dessa temporada e se ele ganhar será espetacular, o azarão da temporada!!

    Jacquie me conqustou também, adoro love in the blidness e sua audição!! Cry Baby para mim tinha que estar no top 3, só não sei qual tirar!! Se Will não vencer torço por ela!

    Tess, Rainha da Jamaica, espero ver performances de Reggae na final!! Se tem alguém que cresceu na hora certa foi Tessanne e acho que ela é a favorita para ganhar o the voice!! Se ela vencer para mim será justo!!

    #CHUPADANIELLY!! #TEMPORADAJUSTA #AmericanosAprenderamAVotar #MelhorTemporada #Fica Aguilera

    Concordo com as colocações das performances dos 3!!

    • Bruna

      Concordo com você Lindomar! Também acho Tess a favorita e meu coração se derrete pelo Champlin! kkkkkkkkkkkkkkkkk
      Também acho a Jacquie muito boa, mais ainda pela Coach Xtina s2s2
      Qualquer vencedor me agrada!

  • IT’S A SHARK TORNADO

    Para mim desses 3, só a Jacquie merece ganhar! Já falei isso e vou continuar a falar em todos os tópicos que vocês abrirem sobre os 3 finalistas U_U
    Tessanne para mim é muito genérica, e não acho que possa trazer algo interessante na atualidade de hoje. Will, eu gostava do Will, mas infelizmente a cada semana acho que ele não inova,parece que canta sempre a mesma música!
    Mas infelizmente para mim, acho que será: 1ºTessanne 2ºJacquie 3ºWill
    Já que o Itunes vai contar também, a tessanne vendeu mais no geral, que a Jacquie, então ela já começa perdendo ai:(
    E para terminar: I’m so sick of it <3

  • Daniel Fampa

    Peço licença para discordar e dizer que “Stompa” foi, para mim, a melhor apresentação de Jacquie. Pelo menos a que mais repercutiu pra mim…

    De uma forma que quando vi a apresentação em Stompa, fiquei extasiado e passei a torcer com todas as minhas forças pra ela.

    Mas, enfim.. Jacquie é demais e tudo o que faz é fora de série