“Eu não choro mais.”

Pois é, queria começar a review de um jeito animado, alegre, irreverente – como sempre faço em episódios finais da série – e que pudesse expelir fogos de artifício das minhas palavras, realmente queria. Para quem duvidou, presenciamos a melhor metade de temporada da história de The Walking Dead. Queria estar feliz e poder dançar na cara das inimigas, porém, diferente da Beth, meus olhos pesam e permanecem em uma enchente sem fim…

É difícil dizer o que “Coda” me causou, por um momento vejo que foi um episódio incrível, que soube balancear os personagens, teve uma direção espetacular, conseguiu criar um clímax para os momentos adequados, explorou bem o lado do “novo” Rick e desenvolveu o plot do hospital satisfatoriamente bem. Só, e apenas só, vem a mente que uma personagem que até a temporada passada ninguém dava à mínima (maggiefeelings), e que hoje foi a personagem por quem mais chorei e que, com certeza, a que sentirei mais falta.

Ao longo da temporada ocorreram várias noticias que davam a entender que Beth realmente morreria, dito até pelo próprio Norman que este “seria um episódio que o fez ficar chorando por horas e horas”, ligando os pontos, ele quis se referir ao Daryl e sua relação com a Beth. Mas que mesmo assim é difícil acreditar. Eu mesmo já mensurava uma parceria entre ela e Carol, uma relação com Daryl, até mesmo com o Noah, eu via um futuro para a Beth. Porra, tanto personagem sendo chato ai, vão matar a quem mais me apego?! Seguindo essa linha de se apegar a um personagem, sabemos que quando um personagem é chato – e que na maioria das vezes atua mal – é difícil fazer com que o mesmo torne-se interessante. É um trabalho que merece ser elogiado, por parte dos roteiristas e produtores da série, que transformaram a Beth em um nada, para uma personagem impactante.

O hospital foi muito bem desenvolvido neste episódio, dando uma maior cognição para Dawn com relances de sua história passada, ainda como uma policial. O que mais impressiona é que ali era realmente um Hospital, com regras a maneira deles. Depois de um tempo, dentro deste universo apocalíptico, é normal que o comportamento das pessoas se altere, foi o que vimos com a maioria dos policiais, que antes eram “dignos” e que por quesito de sobrevivência se tornaram o que são. Dawn não chegou a ser uma vilã típica, estilo Governador e Gareth, mas ainda sim conseguiu manter um nível interessante dentro da trama. Com intenção ou não, ela matou a Beth e teve seu castigo.

Talvez a morte da Beth seja a que mais abale os aspectos emocionais do grupo, principalmente a do Daryl. Os dois se aproximaram muito, tanto que ela foi à pessoa a quem mais chegou próximo de ter um relacionamento com ele. Tudo agora se remeterá a ela, Daryl mesmo sendo um personagem forte, pode ficar abatido por um tempo, se culpar, depressão e etc.

Mudando de assunto, Abraham & Cia, como era de se esperar voltaram para a igreja, salvar Carl, Judith, Michonne e aquele maldito padre (Que Deus me perdoe) para então se juntar a Rick. Não vou alongar muito aqui, mas Maggie, realmente não senti pena de você, quero mais é que sofra.

Estou realmente satisfeito e bastante surpreso com o desenvolvimento desta temporada, até aqui. Se pararmos para pensar, os produtores conseguiram explorar dois temas distintos, interessantes, deixando a trama tensa e impactante, em apenas 8 episódios. Quem iria imaginar isso, vinde era de Governador?

Tivemos excelentes 8 episódios, fechamos este primeiro ciclo altamente positivo. Não nego que estou triste com os acontecimentos, mas enfim, vida que segue. Pela primeira vez estou confiante e tranquilo pelo que possa vir agora. Ainda tem bastante coisa para acontecer e se explorar, tais, o próprio Padre, até porque não é possível que ele seja só mais um encosto; Essa nova personalidade de Rick, como será desenvolvida e se irá piorar; A situação do grupo em si, o que poderá acontecer com cada um. E, finalmente, Morgan! Que para quem perdeu os créditos do episódio, deve saber que Morgan encontrou a igreja e está muito próximo do reencontro com Rick Grimes.

Obrigado a todos que acompanharam até aqui, a série retorna dia 08 e nos vemos no dia 09 de Fevereiro.

Até lá.

OBS.:

  • Michonne é foda até com um bebê, tá doido;
  • Rick sem dó nem piedade, nesse eu voto, nesse eu confio;
  • O que foi aquela cena do Daryl carregando a Beth? Todos com os olhos lacrimejando? :’(
Review
Nota do Episódio
20 anos, estudante de Marketing, cinéfilo e seriador. Desenvolveu uma habilidade esplendorosamente grande ao assistir muitas séries e filmes com pouco tempo disponível. Mas não reclama dessa vida de entretenimento e apenas goza de cada momento dela.
  • J.Araújo

    Analisando a condução do episódio como roteiro e direção foi anos luz a frente ao anterior. Neste episódio em nenhum momento deu a impressão de coisa mal feita, apressada como no episódio anterior. Teve momentos emocionantes até. E a morte da Beth foi surpreendente po. A música final foi excelente. O final ficou bem triste como deve ser. Eu acho que foi a melhor temporada de twd até aqui. A fase governador foi muitooo mal aproveitada. E eu não me lembro bem do último encontro do rick com o morgan. como é que foi mesmo?

    • Wagner Roberto

      J.Araújo, acho que o episódio passado foi muito bom, levando em consideração as formalidades técnicas, esse episódio teve sim um melhor desenvolvimento. A condução foi realmente muito boa, ocasionando em momentos emotivos, como você disse.

      Sobre o Morgan, ele teve um encontro rápido com o Rick, se não me engano na terceira temporada. Na época ele não quis seguir junto com o grupo e decidiu continuar sozinho.

      Obrigado por comentar, até mais!

      • pedroluiz02

        Morgan foi o inventor do equipamento de espetar zumbis naquele bunker pré governador

  • Eduardo Guedes

    Deu vontade de rir da Maggie. É sério. A temporada inteira não se importando com a irmã e essa é a primeira vez que ela dá algum sinal que sentia falta dela. Por outro lado, o final do episódio me abalou. Sempre que os roteiristas dão atenção a um personagem ele morre. Não existem finais felizes em The Walking Dead. Agora a pergunta que fica é… E agora? Pena que só em fevereiro vamos descobrir. Espero que Morgan tenha um grande destaque nos demais episódios.

    • Wagner Roberto

      Eduardo, também quero saber rs, e agora?

      A cena da Maggie foi triste? Até que foi. Mas não consigo me conformar que ela passou todo esse tempo sem ter nenhuma preocupação com a irmã. pelo menos, falar o nome dela. Ridículo isso, não duvido que em breve ela já deva estar totalmente normal.

      Essa segunda parte, tenho pra mim, que será focada no Morgan. Resta saber se como um vilão ou um dos mocinhos. Sei lá eu…

      Nos vemos em fevereiro então. Obrigado por comentar!

  • Rita Emerim

    Que episódio… muito bom!!! Acabei de assistir e meus olhos não secam.. nem acredito ainda que a Beth morreu :( A Beth virou um dos meus personagens preferidos dessa temporada. Estou de luto!! Gostei bastante que ja juntaram o grupo de novo e não ficaram naquilo do grupo dividido e um ano para se encontrarem. Ahhh pq ela foi morrer? Ela e o Daryl eram fofos juntos.

    • Wagner Roberto

      Também não acredito, Rita :’(.

      Como eu disse na review, eu via um futuro para ela na série, já tava feliz em shippar ela com o Daryl novamente. Mas os planos foram por água abaixo. Triste isso.

      Obrigado por comentar, até mais!

  • JV_J-Law

    MEU EU ESTOU MORTO…CHOREI IGUAL UMA CRIANÇA,…. Não consigo entender o amor que criei por essa personagem…é muitoo….Ela não tinha culpa de nada, tadinha… a hora que ela morreu eu já sabia, mas me chocou pela cena trágica que foi…. meu Deus…. e assim eu sei que a Maggie não sofreu antes e tal, mas acho que foi um erro dos roteiristas de não colocar ela sofrendo antes e quiseram compensar com esse episódio, entendo isso e tive muita dó dela sim, ela perdeu o pai e a irmã em questão de meses, e aquele grito dela foi muito emocionante…. tadinha da Beth e do Daryl chorando, e da Carol chorando… meu DEUSSSSSSS o que fazer!!!

    • Wagner Roberto

      Exatamente, J-Law. Não foi nem a morte dela que mais me abalou, foi talvez a forma como morreu. Depois de ter passado por tudo naquele hospital, cena bem forte mesmo.

      Acho que esse desespero da Maggie foi real também, foi a parte emocionante, mas não consigo acreditar que ela, em toda temporada, não citou nem ao menos o nome da irmã. É inacreditável. Por isso o meu desprezo. Mas enfim, isso não interferiu neste excelente e triste episódio.

      Obrigado por comentar, até mais!

  • frany

    ate ontem a maggie nem lembrava que tinha irmã, quem dirá que a menina tava sumida agora do nada faz cena se joga no chao, grita esperneia…

    • Wagner Roberto

      hahaha’ né?!

      Até acho que ela foi verdadeira nessa parte, mas, levando em consideração oq fez, merece mesmo sofrer…

      Obrigado por comentar, Frany. Até mais!

  • Clay Evans

    Ótimo episódio, mas uma coisa me incomodou mais do que a morte da Beth. Maggie dando aquele show, se jogando no chão e chorando muito, seria tudo muito bem feito se ela não tivesse nem ai pro sumiço da irmã.

    • Wagner Roberto

      Maggie foi um completo estojo de desgosto pra mim nessa temporada, apesar de não me incomodar muito essa cena melodramática no episódio, ela merece mesmo sofrer (O que acho que não acontecerá).

      Obrigado por comentar, Clay. Até mais!

  • Douglas Dos Santos Da Silva

    Eu pensei que a Maggie ao ver a Beth iria falar: – Sabia que essa pirralha tava morta. Por isso não falava dela. E vocês ai me xingando por eu não falar dela.
    Brincadeiras a parte, o episódio foi maravilhoso. Cara, vi The Fall no sábado com um episódio fantástico, um filme que curti muito no domingo e segunda teve esse episódio E-P-I-C-O. Foi tão sinistro que parecia Season Finale.
    Quando mataram a Beth, eu bati palmas pela coragem do criador de dar um /R.R. Martin. Nessa temporada a Beth cresceu tanto e matam a personagem.
    Teve outras cenas ótimas como: a do elevador, a do telhado e a da Michonne brincando de ser uma samurai na igraja.
    Épico e muito boa a review.

    • Wagner Roberto

      Obrigado , Douglas.

      Sobre a Maggie, era bem capaz dela falar isso mesmo HAHAHAHA’. Eu realmente não queria que a Beth morresse, acho que ela poderia agregar bastante na segunda metade. Fazer o que. o que vale é o espetáculo e o episódio proporcionou isso com maestria. Todas as cenas foram excelentes, sem dúvida.

      Obriigado por comentar e até mais!

  • Plinio arantes

    o que mais me chocou nessa temporada, foi no ep que o policial poe a mão debaixo da blusa da beth, ai achei cena de pedofilia e não combinava com a série, ai fui ver no wikipedia, a Beth na vida real tem quase 30 anos oO pqp, essa se droga com formol. Nunca achei que ela tivesse nem 20, muito show essa loirinha. Ela ainda é namorada do daryl na vida real.

    só uma pergunta, walking dead é baseado em Hq e talz, a história toda ja acabou no Hq? eu não quero saber de spoiler, ontem sem querer no twitter soltaram que a beth morreu, fiquei puto ¬¬;

    • Marcelo Malecka

      ela não namora o ator do daryl e não, a hq ainda não terminou e segundo o robert kirkman, vai demorar bastante

  • Guto

    Só posso dizer que a minha reação, quanto morte da Beth, foi totalmente inesperada.
    Desde o inicio eu só havia chorado por uma personagem, a minha favorita Andrea, que morreu de forma tosca.
    Essa menina que interpreta a Beth tá de parabéns, chorei muito…

    • Wagner Roberto

      choramos muito, Guto :’(.

      Obrigado por comentar. Até mais

  • kls’

    agora espero que os roteiristas façam um luto dobrado pra maggie. pq isso foi um vacilo gigante deles e quem toma no cu é a atriz/personagem. ngm coloca a culpa nas pessoas certas (roteiristas).

    • Wagner Roberto

      Entendo seu ponto de vista, vamos ver o que vem a seguir depois dos acontecimentos.

      Obrigado por comentar, até mais.

  • Marina Furlani

    Parabéns pela review, descreveu tudo que senti!! Estou chocada!! Shippava tanto daryl e beth… buuuuaaaaaaaaaaa
    Eu senti vontade apenas de matar o noah, estrangular ele… A beth morre pq queria ele de volta, e oq ele faz? ele fica no hospital!! Lindo isso (sqn)
    E quando o morgan achou o mapa eu pensei, ele seguirá rumo a dc? Ele não sabe que ngm foi pra lá nada…. kkkkkkkkkkkk

    • Wagner Roberto

      haha fico feliz que tenha se identificado.

      Acho que o Morgan deva encontrar todos por ali mesmo, nas redondezas da igreja. Vamos ver… rs

      Obrigado por comentar. Até mais

  • http://manicomioseries.com.br/ Carlinhos Maldonatto

    GENTE?!

    • Wagner Roberto

      o_O hahaha.

  • https://twitter.com/twiray_ Ray

    Só uma coisa a dizer: EU ODEIO ESSE PADRE!

    • Wagner Roberto

      NÓS ODIAMOS! Aleluia, que encontrei alguém que o odeie também!!

      Estou torcendo desde já pela sua morte. kk

      Obrigado por comentar, Ray. Até mais!

  • J.Araújo

    Sabem o que eu acho mais engraçado? Eu já tenho ouvido isso há algum tempo e fiquei calado pq eu pensei, há, esse povo não tá acostumado com a narrativa de uma hq adaptada pra tv. é normal. mas de um tempo pra cá isso tá incomodando muito.

    Existem muitoooos comentários, mas muitooos mesmo do simples fato da maggie não “ter demonstrado preocupação e emoção” pelo sumiço da irmã. pqp né? no meio de um apocalipse zumbi, vcs querem que as pessoas se preocupem com alguém que provavelmente já pode estar morto em vez de se preocupar em sobreviver?? ROMERO, AJUDA NÓS AÍ. Que saco, isso não é novela da globo não, pra ficarem se preocupando com detalhes desse tipo. “há, mas a irmã sumiu, e ela nem demonstrou tristeza”. Meu , qualquer um, num apocalipse zumbi, ou qualquer outro apocalipse diga se de passagem, nem tem tempo pra se preocupar com isso. Só o fato de estar vivo, já é uma vitória. ou uma derrota, dependendo do ponto de vista.Quem é que vai se lembrar da irmã que sumiu na puta que pariu em Deus sabe onde lá atrás em vez de seguir em frente?

    Só vcs mesmos, espectadores de tv dos anos 2000, Eu que não quero vcs como companheiros de apocalise.

    Deus ASH seja louvado. hehe

  • pedroluiz02

    Wagner , como espectador e não leitor dos quadrinhos , eu torcia para um melhor entrosamento entra a Beth e o Carl , acho que até começou ser desenvolvido algo nesse sentido pelo amadurecimento do garoto e a mudança de comportamento da caçula. Triste mas bem bacana. Bela review, abs