Compartilhar

”A única plateia que me importa é você”

Depois do episódio da semana passada em que o casal Castle e Beckett ficaram em um segundo plano dessa vez foram os mestres de cerimônias e responsáveis por mais um excelente episódio da série. A parceria deles rendeu sequências de ótimas cenas nos levando a rir algo já padrão no show, entretanto sempre de maneira leve e bacana. Além disso, a forma como os casos são conduzidos, investigados e finalizados torna Castle uma série policial empolgante algo que já começa a ficar em falta nas grades das grandes emissoras.

Dessa vez o morto era um advogado responsável por representar casos de acidentes pessoais. E coincidiu bem no dia em que o Richard e a Kate conversavam sobre a possibilidade da detetive dar vida ao seu antigo sonho de ser uma advogada. Porém, a vítima mesmo formando-se em uma das melhores universidade do mundo acabou por deixar a vida interferir no bom andamento dos trabalhos e acabou se tornando um profissional medíocre representando casos que visavam mais a parte financeira.

Entretanto, mesmo assim ainda havia dentro de si a sede por justiça, e quando bate de frente com o erro que cometeu no passado arrisca a própria vida para fazer dessa vez a ação correta. Quando representava uma importante fábrica de automóvel havia fechado os olhos para um grave erro e isso ocasionou ferimentos graves em pessoas inocente. Frente a isso investigou e coletou provas para incriminar seu antigo cliente, contudo o rival de trabalho vendo o quanto podia lucrar em cima disso o levou a morte.

Muito bem conduzido a investigação. E a cena onde a Beckett e o Castle são pegos na floresta foi um dos pontos altos do episódio. Cheguei a cogitar que a ex-esposa fosse a mandante do crime, e formos surpreendidos com a revelação do rival que representava a garota machucada pela falha do automóvel. O cara podia ter um marketing duvidoso e fazer uso do desespero do próximo para lucra, contudo quando foi necessário arriscar a própria vida para consertar um erro foi bastante corajoso.

Mais nada disso se compara a pequena disputa entre o Esposito e o Castle. Um evento beneficente onde haveria um pequeno concurso com direito a um troféu levou os dois a apostarem alto. O policial chegou a fingir um machucado só para ter vantagem na disputa! Ri demais quando a Beckett e o Castle flagram os dois fazendo a dança escondidos na sala de interrogatório. Entretanto, a pobre Kate foi colocada nessa guerrinha para seu desespero, já que sua timidez a faz travar frente a uma plateia. Que fofo o Castle armando tudo aquilo para tirá-los da disputa, mesmo isso ferindo seu ego frente a dupla de policiais.

E a cena final? Como não surtar com aquela declaração de amor? E eles dançando no chuveiro? Esses dois juntos é a melhor coisa que aconteceu no show. Contudo, ainda está em aberto o desaparecimento do Castle no fim da temporada passada e com a proximidade do fim dessa começa a aumentar a possibilidade de quer essa paz entre o casal vai ser logo abalada. Episódio muito bom. Segue abaixo a promo do próximo episódio: Sleeper

Review
Nota do episódio
Compartilhar
Bióloga, Mestre e Doutoranda em Botânica. Baiana de Salvador. Viciada em Séries e Filmes.