Compartilhar

Once Upon A Time realmente me surpreendeu essa semana e, pelo visto, não será muito diferente no próximo domingo.

Lembro que duas semanas atrás levantei uma pequena critica desabafando a minha insatisfação sobre como a série estava desenvolvendo essa trama em cima da Emma de forma monótona e extremamente cansativa. Daí, na semana seguinte, a série já apresenta uma considerável mudança ao trazer a Salvadora num clima dark bem montado, mas dentro de um desenvolvimento de trama estável. E em “Mother” vemos que essa fase, essa luta para levar o coração da Emma para as trevas, finalmente foi deixada de lado.

Se nós nos surpreendemos com a loira agindo por impulso na semana passada, quase matando a amiga que fora resgatar, tenho certeza que todos se “surpreenderam” ao vermos a Emma reconhecendo que exagerou no mau tratamento que deu aos seus pais, e se desculpou por isso. Os Charmings voltaram a ser a família perfeita. E nesse mesmo clima de reconciliação encontramos Malévola e Lily tentando encontrar uma forma de se aproximar.

Ficou muito evidente que a maldade que há na Lily é algo muito além do que ela pode controlar. Seu desejo de vingança ofuscou completamente o momento de ter a mãe na sua frente e a chance de criar laços com ela. Seu maior desejo era vingar-se dos Charmings pelo o que eles fizeram, mas Malévola se opôs, preferiu deixar o passado no passado e viver o agora. Confesso que fiquei feliz pela bruxa, pois deve ter sido um alívio muito grande pra ela encontrar a filha depois de muitos anos e ter a consciência de que terá a oportunidade de se reaproximar dela e ter o seu final feliz. Aquela cena onde a Lily deixa de ser um dragão (assim como a mãe) e volta à forma humana, mostra o quanto a Malévola está disposta a aceitar a filha e recuperar o tempo perdido, mesmo ela sendo uma bomba cheia de escuridão.

Entretanto, esse episódio foi roubado pela Regina. É impossível não ficar com os olhos brilhando ao ver a Evil Queen passeando pelo episódio. E assim como a maioria das vezes os flashbacks serviram parar dar fundamento ao acontecimento do presente. Vimos Cora mover suas peças para fazer com que a filha engravidasse para garantir a sua linhagem no trono. Para isso ela apelou pelo ponto fraco da Regina, seu amor. Cora teve conhecimento da existência de Robin e de que ele estava destinado a ser o par da Regina, mas quando foi a sua procura e descobriu que ele já estava casado, tentou engana-la levando Nottingham no seu lugar. A revolta da Regina foi tão grande ao descobrir a armação da mãe que tomou uma decisão surpreendente (pelo menos para mim) ao privar-se da mais natural forma de amor: a maternidade.

Once Upon A Time - 4x21

Fiquei muito surpreso ao saber que a Regina fizera isso no passado e que por isso, como a Cora mesmo falou, ela se transformou no seu maior empecilho na busca pela felicidade. Dessa forma, ao perceber que estava trilhando os mesmos passos da mãe, Regina privou-se de sua vingança contra a Zelena e não permitiu que o Autor escrevesse o sumiço da mesma da história.

Mas vocês me perguntam: como que a Regina poderia forçar o Autor a escrever algo se a Emma não foi para as trevas? Simples. O Autor explica que para que os vilões possam ter seu final feliz, a tinta com a qual a história seria escrita precisava do sangue da Salvadora com o coração nas trevas, ou sangue com trevas equivalente. Como toda a maldade da Emma fora colocada na Lily, apenas uma gotinha do sangue da garota serviria para ativar essa magia, e Regina fez questão de conseguir. O problema é que o Autor se permaneceu fiel ao Rumples e ao ver que Regina não iria mais vingar-se da irmã aproveitou a deixa para ir ao encontro do Senhor das Trevas e escrever um novo começo.

Semana que vem será um domingo extremamente quente na ABC, pois a Series Finale de Revenge e a Season Finale de Once Upon A Time prometem ser momentos épicos da noite. Se você ainda não viu a promo do próximo episódio, faça esse favor a si mesmo e assista aquela maravilha.

Espero que tenham gostado e que queiram comentar.

Review
Nota do Episódio
Compartilhar
Tenho 24 anos, formado em História, e meu Hobby é ler e escrever. Fã de Harry Potter e viciado em séries. Amigos e família são essenciais em minha vida.
  • Isabella

    Lana Parrilla destruidora em suas cenas!
    Seja ela como Evil Queen, seja ela impressionada com o modo da lilly falar em vingança contra os charmings.
    Confesso que na cena da parada de onibus, cheguei a quase acreditar que ela iria pro lado dark da força, mas não *-*

    Gosto de ver as cenas da Evil Queen divando, mas prefiro Regina assim.. sendo humana sem perder aquele ar de deboche e sarcasmo.
    Todos os episódios onde a historia central gira em torno dela, dá bom, dá ótimo.

  • Eduardo Guedes

    O episódio foi tão bom que eu nem vi o tempo passar. Fiquei surpreso e feliz pelo descontinuamento da Emma das trevas. Regina sempre marca presença no flashback como Evil Queen e desta vez não foi diferente. Senti um pouco de saudades da Tinkerbell… :( Pena que não apareceu mais. Mas ver a Regina sambando na cara da Zelena foi o máximo.
    Ansioso demais pelos episódios da season finale… Praticamente será um filme e dos bons. Quero ver o circo pegar fogo!

  • Allef Santos de Almeida

    episodio demais gostei bastante. Regina eu amo essa mulher atuação perfeita que todo o elenco apanha dela. ansioso para season finale de ouat e serie finale de revenge que promete ser épico. vou ate assistir ao vivo.

  • renata celho

    Como sempre OUAT faz uma bagunça a série toda e em alguns minutos tudo é pacificamente resolvido. Tudo que eles queriam ela apenas umas gotas de sangue da Emma/Lily ??? Poderiam ter simplificado essa historia antes , mais enfim… se fosse diferente não seria Once Upon a Time.

    A surpresa to episódio ficou por conta do autor mesmo , que só se aliou á Regina para conseguir a tinta, no final de tudo Rumple é quem vai re-escrever a história.

    Estou ansiosíssima para a season finale , os heróis e vilões com os papeis trocados vai ser maravilhoso… Snow White como Evil Queen , não perco por nada !!!!!!!!!!!!!!! Regina e Robin , como Charming e Snow , pensa…. Zelena como Abgail.

    Rumple como um cavaleiro corajoso , Henry no lugar do Bae.

    Algo me diz que esses dois epsódios serão um aperitivo para a proxima temporada.

  • Luisa

    OUaT é demais,o promo é aquela correria,dragão cuspindo fogo,aí tu pensa ,algo sério vai acontecer,mas….
    Filhinha tá de pirraça a vários eps,basta uma cabeçada na pedra e tudo é perdoado.
    Chega logo domingo,eu preciso ver o fim dessa louca delícia…

  • Cecília

    Gostei muito do episódio, só não gostei de que a Emma só precisava ficar do mal SÓ PRA O GOLD PEGAR O SANGUE DELA. E realmente gostei da cena em que Emma desculpa os pais dela. Fazia tempo que eles não tinham cenas assim.

  • Kika

    Tb gostei do epi. Que bom que acabaram logo esse mimimi de Emma das Trevas.
    Amo Regina! Muito!
    Apesar de tudo, claro que eu adorei que Rumples não vai morrer. Rsrs.
    OUAT não seria a mesma sem ele.

  • fabio Rodrigues

    Só vim aqui dizer que o promo da season finale está otimo! E quero ver a emma bem dark no proximo episodio! :D Aquele final na promo com a emma gritando deixaram me tão ansioso!
    e sim, “mother” foi um otimo episodio! Estou a adorar a relaçao entre lily e maleficient!

  • Davi D

    A série ainda me deixou com 2 dúvidas..quem é o pai da Lily e como a Cruella foi parar na floresta encantada?!
    Gosto muito de suas reviews sempre acompanho! =)