Compartilhar

“I. AM. GRODD. FEAR ME!”

É incrível o quanto The Flash está se tornando cada vez mais fantástica! Eu sei que vocês já devem estar cansados dos meus elogios para a série, mas eu fico completamente eufórico por poder presenciar essa grande evolução em apenas uma temporada. É pra aplaudir de pé! E muito! Estamos no final da temporada e, nenhum, mas nenhunzinho episódio foi ruim. É claro que tivemos episódios melhores que outros, mas no geral, a série não decepcionou e a cada semana trouxe conteúdo suficiente para prender o telespectador à tela. Vale destacar que a tentativa de seguir mais fielmente os quadrinhos foi um grande fator para o sucesso da série, além das atuações, que, no começo se mostravam “normaizinhas”, mas assim como a série, foram evoluindo e hoje podemos acompanhar personagens excepcionais.

“Grodd Lives” deu seguimento à grande mudança iniciada no episódio passado, e fez muito bem o seu papel. Vou dizer que fiquei apreensivo ao pensar que Dr. Wells não estaria mais lá para ajudar o Team Flash contra os meta-humanos ou qualquer outro criminoso, achava que o time que nós tanto amávamos estaria acabado. Fico feliz em dizer que eu estava errado, e que o novo Team Flash tem tanta competência quanto o antigo. Ter Eobarrison como vilão direto promete muito mais emoção e tensão na série, prova viva foi esse episódio, ação e tensão do começo ao fim! Assim que eu gosto! Fica um sentimento de perda de Wells, mas Eobarrison pode acrescentar muito e elevar ainda mais o nível da história.

O drama ficou por conta de Iris e não, não vou reclamar de excesso porque aqui era perfeitamente compreensível e inevitável que os dramas do tipo “mas vocês mentiram pra mim” e “eu já sou grandinha” estariam presentes no episódio. O legal é que, como tudo foi tão bem encaixado neste episódio, essa parte da Iris Drama Queen não ficou maçante, gostei de todas as cenas em que ela esteve presente, suas interações com Joe e Barry foram emocionantes. Nunca achei que falaria isso, mas Felicity precisa ter umas aulinhas de drama com Iris. Primeira vez que eu consegui apreciar a personagem do começo ao fim do episódio, com exceção daquela cena em que ela diz que mesmo salvando gente todo dia, o Team Flash não tinha capacidade ou não demonstrava tanto interesse em salvar Joe e Eddie. Assim também não dá né, Iris! Tudo bem ficar brava e desesperada, mas descontar em Caitlin, Cisco e Barry é inadmissível!

Antes de General Eiling ser pego pelo Flash minha ficha ainda não tinha caído, mas, aquela voz, somada aos conhecimentos que ele aparentemente tinha, me fizeram dar um pulo do sofá e soltar um “É AGORAA!”. Grodd começava a causar em The Flash. Eletrizante. A ideia de usá-lo como distração para o Team Flash é genial, porém acho que poderia ser melhor mostrada a relação do gorila com seu “father”. Aliás, ver o animal assustador chamando Wells de pai foi impactante. Como é que será essa relação deles? Tô ansioso pra ver. Quero mais flashbacks do passado e mais cenas do presente com esses dois. A coisa tá ficando séria galera! Grodd é um belo de um vilão, e com ele já introduzido na história, o futuro da série promete.

Grodd Lives

Mas não criemos tanta expectativa, porque se a CW empolgar demais fica querendo fazer o impossível, como muitos devem saber, já que é quase impensável alguém que não tenha sofrido com uma série que foi se perdendo até ser cancelada pela emissora. Mas, voltando aos elogios, a evolução da computação gráfica e dos efeitos também devem ser notados, o gorila Grodd é majestoso. O primeiro embate dele com o Flash foi muito bom, está bem claro que ele vai dar muito trabalho ao nosso herói. Mas um herói só é herói porque enfrenta as situações mais difíceis, então que venham Grodd e Eobarrison! Prevejo embates marcantes.

Eobarrison e Eddie também tiveram cenas bem boas. Eobard não perde tempo e já joga doses cavalares de veneno para tentar transformar Eddie, no quê eu não sei, mas estou curioso para saber. Já não bastasse a humilhação de saber que ele foi um dos únicos Thawne esquecido/fracassado, Eobard ainda joga na cara dele que vai perder Iris para o Barry. Jogo baixo hein! Até o mais mocinho começaria a apresentar sinais de raiva da situação pelo menos. Espero que Eddie seja mais forte do que isso e continue no lado dos bons por mais um tempinho.

Agora morremos de ansiedade pelo próximo episódio. Será que o Flash poderá em algum momento se unir ao General Eiling para combater Grodd? Só nos resta esperar pra ver. Não deu pra saber muita coisa pelos minutos finais, mas presume-se que a guerra está apenas começando! Se os últimos episódios conseguirem manter o ritmo e a qualidade dos anteriores, The Flash fechará a sua season one maravilhosamente bem.

Observações Finais:

> Iris deu o toque jornalístico para o Team Flash. Poxa, pessoal nem pra procurar no google as informações sobre o povo sumido no esgoto! Mas gostei de Iris ter e juntado ao Team Flash, só não sei se vão mantê-la por dentro de tudo ou vão continuar na frescura de protegê-la a todo custo, mesmo ela já sabendo dos segredos de Barry.

> Dr. Wells já deixando saudades! Sinto falta daquele mistério que o rondava, mas, pedíamos tanto pela revelação dele que agora que se revelou não vale ficar chorando! Hahaha.

> E aquela pequena referência a King Kong? Central City ganhando um ilustre escalador de prédios!

> Só Cisco assiste filmes no Team Flash, coitado! HAHAHA. Cisco é hilário! Se eu tivesse lá dava um suporte pra ele, identifiquei todas as referências! #TeamFlashNãoVaiNoCinema #Decepcionado

Eai galera, gostaram da entrada do Grodd? Não esqueçam de deixar seus comentários, críticas e sugestões, respondo assim que puder! Até semana que vem!

Compartilhar
Estudante de Direito, paulistano e louco por séries. O gosto pela leitura e a paixão por TV me trouxeram ao mundo das séries, e dele eu não arredo mais o pé! Eterno fã de How I Met Your Mother, seria talvez a mistura de Marshall Eriksen e Ted Mosby, seguidor da "filosofia" de Barney Stinson em alguns aspectos. Mulher ideal? A mistura de Lily, Robin e Tracy é claro! Aqui no MS vocês podem me encontrar nas reviews de Resurrection, Reckless, Arrow e The Flash. Só um cara correndo atrás do que o faz feliz e mais completo. Lema? “When I get sad, I stop being sad and be awesome instead.” #TrueStory
  • Ana Lú

    O único problema foram os efeitos padrão CW,Grodd correndo foi o oh!!

    Finalmente os produtores colocaram Iris em seu devido lugar,espero que continuem dando destaques a personagem,caramba, a mulher é linda,jornalista inteligente,criem um plot interessante pra ela, o que q custa? Afinal ela é o amor da vida do Flash.

    • Marcelo Lourenço

      Ei Ana, td bom?!

      Efeitos padrão CW hahahaha… A CW já teve dias piores por conta desses efeitos, aos poucos ela chega lá…
      Quanto a Iris, concordo plenamente com tudo que vc disse! Não custa nada criarem um plot interessante pra ela!

      Obrigado pelo comentário! =D

  • http://together-and-mixed.blogspot.com.br/ Augusto Nunes

    Gostei do “draminha Iris” ter acabado, era mimimi de mais pra mim. E o Grodd teve uma entrada magnífica na série, é ótimo ver os efeitos especiais, principalmente a parte de computação gráfica, evoluindo…